Músicos, escritores e fazedores das  artes  já contam com mais um espaço para a promoção das suas actividades.

Trata-se  da  Casa de Ferro, localizada na baixa da cidade de Maputo,  um dos monumentos emblemáticos da cultura moçambicana,  com grande potencial para a atracção de turistas devido à sua arquitectura única.

A casa de ferro pretende receber os artistas, consertar ideias sobre sua utilização, como um espaço polivalente de animação e contemplação, desde a realização de eventos tais como: exposições de arte e artesanato, feiras gastronómicas, bem como o uso de espaços comuns para a exposição e venda permanente de artesanato, livros,   discos,  assinatura de autógrafos,  entre outros.

Para melhor capitalização do espaço, a Casa de Ferro, em parceria com a Federação Moçambicana de Hotelaria e Turismo, irá assinar um memorando de entendimento para a promoção do turismo doméstico, com objectivo de consciencializar a sociedade a visitar aquele espaço e outros locais turísticos.

De lembrar que a Casa de Ferro é um imóvel pré-fabricado, importado da Bélgica para Moçambique, e edificado em 1892 para alojar a residência do governador-geral de Lourenço Marques (actual  Maputo).