Ministério da Cultura e Turismo

MATERULA SATISFEITA COM O GRAU DE CUMPRIMENTO DO PLANO ECONÓMICO SOCIAL E ORÇAMENTO DO ESTADO (PESOE) RELATIVO AO I SEMESTRE DE 2022

O Ministério da Cultura e Turismo, realizou Sob o Lema: “Cultura e Turismo como Factores de Revitalização Económica”, o seu VII Conselho Coordenador, nos dias 21 e 22 de Julho do presente ano, na localidade de Ponta do Ouro, Distrito de Matutuine, Província de Maputo. O VII Conselho Coordenador tinha como objectivo avaliar o grau […]

O Ministério da Cultura e Turismo, realizou Sob o Lema: “Cultura e Turismo como Factores de Revitalização Económica”, o seu VII Conselho Coordenador, nos dias 21 e 22 de Julho do presente ano, na localidade de Ponta do Ouro, Distrito de Matutuine, Província de Maputo. O VII Conselho Coordenador tinha como objectivo avaliar o grau de execução das prioridades do Programa Quinquenal do Governo (PQG) 2020-2024 e do Plano Económico Social e Orçamento do Estado (PESOE) 2022, relativo ao 1º Semestre; analisar os planos, as políticas e as estratégias relativas às atribuições e competências atinentes ao sector da Cultura e Turismo e fazer as devidas recomendações. Para o efeito, nos dois dias do Coordenador, foram apreciados e discutidos temas tais como: Os balanços do Plano Económico e Social executado a nível central e local; a implementação intermédia do Programa Quinquenal do Governo 2020-2024; o balanço da execução do Plano Estratégico da Cultura 2012-2022 e o balanço intermédio do Plano Estratégico para o Desenvolvimento do Turismo 2016-2025.

Na ocasião, Eldevina Materula afirmou que os objectivos e os resultados traçados no VII foram alcançados. Com o abrandamento das medidas de contenção da COVID 19 no início de 2022, o sector começou a dar sinais de vitalidade. No que respeita ao grau de desempenho do Plano Económico Social e Orçamento do Estado (PESOE) I Semestre de 2022, o sector registou uma realização positiva de 100% em relação as metas dos indicadores de produtos planificadas. Durante o evento, foram abordados aspectos que irão concorrer para o reforço e melhoria da acção governativa e para prossecução de acções que irão aumentar a contribuição da cultura e do turismo no crescimento económico do país. As discussões em torno dos temas abordos permitiram aprofundar o conhecimento que se tem sobre o Sector da Cultura e Turismo embora ainda se nota fraco domínio dos instrumentos orientadores em cada uma das instituições. Neste aspecto a dirigente destacou a importância da formação dos quadros e técnicos em exercício, orientada para a missão e visão do Sector da Cultura e Turismo para garantir sua especialização.Os temas debatidos neste Conselho Coordenador, irão permitir e garantir uma implementação eficaz de políticas e medidas para a recuperação e resiliência do Sector da Cultura e Turismo bem como estimular o sector privado, os trabalhadores e os artistas a se empenharem na retoma das suas actividades para que a Cultura e Turismo sejam de facto, factores de revitalização económica do nosso país. Esta é uma grande oportunidade de se repensar profundamente sobre a promoção do Destino Moçambique para melhorar os resultados da participação do país em feiras internacionais do turismo, capitalizando o papel das Embaixadas de Moçambique no exterior bem como as oportunidades oferecidas pelas tecnologias de comunicação e informação.

Materula instou aos membros do conselho coordenador a pautarem por uma boa comunicação institucional e domínio profundo do Programa Quinquenal do Governo 2020-2024, das Estratégias e Políticas do sector assim como de todos os processos e dos intervenientes envolvidos, a serem capazes de coordenar e planificar acções, definir medidas correctas e identificar os recursos necessários para a realização deste compromisso com sucesso. Uma vez os recursos existentes serem escassos, há necessidade de fortalecer a capacidade de agenciamento de recursos, não só junto dos parceiros de cooperação internacional, mas também, das empresas públicas para que os programas de apoio à cultura e ao turismo estejam sempre alinhados com as prioridades do Programa Quinquenal do Governo e as estratégias e políticas do sector. A governante desafiou ainda a necessidades dos membros do Conselho Coordenador desenvolverem programas que motivem os jovens a participarem em actividades culturais e a assumir o turismo doméstico como alternativa viável para suas férias e para outros eventos sociais e de lazer.

Durante a realização do VII Conselho Coordenador Eldevina Materula anunciou a aprovação da candidatura do Mapiko a Património Mundial da Humanidade pela UNESCO, bem como a introdução do visto eletrônico, uma acção que irá flexibilizar a emissão de vistos, incrementar o fluxo turístico e atrair investidores.

Importa referir que a cerimónia de abertura do VII Conselho Coordenador do MICULTUR contou com a presença do senhor Lúdgero José Gemo, em representação de Sua Excelência Júlio José Parruque Governador da Província de Maputo; da senhora Administradora do Distrito de Matutuine, Juliana Mwitu que esteve também em representação de Sua Excia Vitória Diogo, Secretária de Estado da Província de Maputo.

O Conselho Coordenador foi abrilhantado pelo grupo cultural de Xigubo de Bela Vista, do Distrito de Matutuine.







Sugestões e Reclamações

Numero de Visitas:

hacklink al hd film izle php shell indir siber güvenlik blog

kadikoy moto kurye umraniye moto kurye tuzla moto kurye atasehir moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye moto kurye